Ingressos para o Réveillon da Baía 2015 já estão à venda

Já estão à venda os ingressos para o Réveillon da Baía 2015, que acontecerá na área externa da Igreja de Santo Antônio da Barra, na Ladeira da Barra, em Salvador-BA. Os interessados podem comprar diretamente nos balcões da Ticketmix ou através dos telefones 71 8815-1705 / 9140-2665. O valor do primeiro lote é de R$ 350,00 no sistema ALL INCLUSIVE.

Neste ano, o Réveillon contará com os show das bandas Bailinho de Quinta, Os Trintões, Filipe Nobre, Ari Jorge, além de DJ e outras participações. A festa tem uma privilegiada vista da Baía de Todos os Santos, e é possível ver também toda a queima de fogos da Barra e de regiões próximas.

O evento é uma realização da JulinaNeves Eventos, que tem tradição e experiência. Criou e organizou o consagrado Réveillon do Forte São Diogo, com oito edições, além de diversos outros réveillons, sempre em locais belos e inusitados. Desde o ano passado, a festa passou a acontecer na Igreja de Santo Antônio da Barra, lugar histórico com a mesma deslumbrante vista da Baía de Todos os Santos. A festa foi um sucesso e teve os ingressos esgotados.

1

Publicado em Informações Gerais | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vai ter Bailinho de Quinta no Réveillon da Baía

Há 5 anos o Bailinho de Quinta vem animando com sucesso festas, camarotes, trios elétricos, praças e palcos de Salvador com um repertório musical baseado numa pesquisa histórica dos grandes hits carnavalescos e também versões animadas de Rolling Stones, White Stripes e Roberto Carlos.

Sempre com um figurino alegre, a banda é formada pelo guitarrista e cantor Graco, o baterista Thiago Trad e a cantora Juliana Leite. O trio promete o crème de la crème dos frevos, marchinhas, skas e outros estilos musicais para que a sua virada de ano seja a mais dançante possível!

Foto Mayra Lins

Publicado em Atrações | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Filipe Nobre: dos clássicos do pop-rock ao axé music

O cantor e guitarrista Filipe Nobre iniciou a sua estrada musical pelas veias do heavy metal e, com a Banda Tubaína Rock, abriu o leque para o pop-rock, reggae, soul, axé e outros ritmos e sons dançantes para dar conta de várias festas bacanas na cidade.

“Sempre fui instrumentista, mas aos poucos fui cantando por uma necessidade de interpretar as minhas composições. Não deixei a guitarra, mas há anos que me sinto à vontade com o microfone. Também considero que o rock brasileiro dos anos 80 teve influência no meu gosto musical. Daí, para eu sair do metal e fazer esse trabalho mais pop-rock não foi um sacrifício”, explica Filipe.

O repertório já está pronto para o Réveillon da Baía 2015. É pra dançar!

Publicado em Atrações | Marcado com , , , , , , ,

Os Trintões vão animar a festa com pop-rock

Formada por um grupo de amigos no intuito de reproduzir os clássicos que embalaram os anos 80 e 90, a banda Os Trintões vem tocando há mais de seis anos.

Hoje, o repertório inclui também os principais hits do pop-rock nacional e internacional da atualidade, sempre com músicas dançantes e com muita energia. A formação é composta por César Carvalho (voz), Thiago Drum’on (bateria), Luciano Amaral (teclado), Rafael Lázaro (guitarra) e Rui Dantas (baixo).

 

Publicado em Atrações | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

FAQ – Frequently Ask Questions (Perguntas Mais Freqüentes)

Pergunta: Posso assistir ao show de fogos do Farol da Barra em qualquer local da festa?

Resposta: Praticamente sim, com ótima visibilidade também para a queima de fogos do réveillon do Iate da Clube da Bahia.

Pergunta: Haverá espaço/ambiente sem música?

Resposta: Sim. Haverá um espaço dedicado às crianças. Porém, pela proximidade, será possível ouvir o som da festa e, até mesmo, de outras festas pela região.

Pergunta: Crianças pagam?

Resposta: Crianças até 3 anos de idade não pagam. Haverá um pequeno espaço recreativo. Todavia será uma festa com som alto. Não aconselhamos levar bebês e crianças pequenas.

Pergunta: Posso comprar o ingresso no local antes de entrar?

Resposta: É altamente desaconselhável. Além do preço mais caro, haverá a possibilidade de ingressos esgotados.

Pergunta: Há estacionamento no local?

Resposta: Há um espaço limitado para estacionar na ladeira da Igreja de Santo Antônio da Barra. Aconselhamos ir de táxi, pois as poucas vagas nas ruas abertas ao trânsito  estarão muito disputadas.

Pergunta: Posso levar bebida separada?

Resposta: Sim. Sinta-se à vontade para levar seu uísque, vinho, champagne (espumante) ou qualquer outra bebida em especial. Aconselhamos levar também um abridor.

Pergunta: Que roupa devo vestir?

Resposta: Estaremos em pleno verão, a ladeira da Igreja é de paralelepípedos e há uma escadaria de acesso ao local, portanto sugerimos roupas e calçados leves e confortáveis.

Pergunta: É obrigatório usar branco?

Resposta: Não. Use a cor que achar melhor. O branco é sempre bem vindo.

Publicado em Informações Gerais | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Conheça a dupla que organiza as festas de Réveillon

Vinícius Almeida e Rosa Julina, sócios da Julina Neves Eventos, possuem larga experiência na produção de eventos, principalmente Réveillon. Essa dupla já produziu festas de fim de ano no luxuoso Condomínio Parque Interlagos, na Mansão Carlos Costa Pinto, na Praça da Cruz Caída (Belvedere da Sé), na Praia do Buracão, na Praia da Paciência, na Marina Píer Salvador e 14 vezes no Forte São Diogo, 8 festas só com o nome Réveillon do Forte… Ufa!

Mas o que faz toda festa de réveillon ser um sucesso? Vinicius dá a receita “É um reveillon caracterizado por muita descontração e alegria, tendo como base a nossa rede de amizade. Estes promovem uma divulgação boca-a-boca que resulta em uma seleção natural de pessoas que querem uma festa organizada profissionalmente, mas com uma sensação de só ter gente conhecida”.

O esforço é grande para que a festa sempre seja um sucesso. Na estimativa de Rosa Julina, cada réveillon demanda mais de 200 horas de trabalho por cada sócio, fora a equipe de colaboradores. Ainda assim, Vinicius diz que consegue se divertir bastante durante o evento “Como temos muitos amigos na festa, e contamos com um nível de organização satisfatório, dá para se divertir trabalhando sem problemas”.

Vinicius e Rosa Julina nunca abrem mão de selecionar um local especial para uma festa de réveillon “Tem que ser com uma vista privilegiada para a queima de fogos do Farol da Barra e para a Baía de Todos os Santos”.

Publicado em Informações Gerais | Marcado com , , , , , , , , , ,

Festa do Ano Novo

O Ano Novo é um evento comemorado em várias culturas, celebrando o fim de um ano e o começo do próximo. Também é chamado de Réveillon, termo oriundo do verbo francês réveiller, que significa despertar.

A comemoração ocidental tem origem num decreto do Imperador romano Júlio César, que fixou o 1º de janeiro como o Dia do Ano-Novo em 46 a.C. Os romanos dedicavam esse dia a Jano, o deus dos portões, que tinha duas faces – uma voltada para frente e a outra para trás. O mês de janeiro deriva do seu nome.

Porém, a data já era comemorada no Egito Antigo, por volta de 3.750 a.C., pois era o momento em que a estrela Sirius alinhava-se com a estrela Canopus no rumo Sul ao centro da Via-Láctea, sobre as Pirâmides de Gizé.

Com essas origens, o Réveillon é uma festa de natureza profana. Nas sociedades camponesas européias ela integrava as comemorações da chegada do solstício de inverno e de agradecimentos das boas colheitas. No período medieval, a Igreja Católica, procurando coibir os hábitos pagãos, se apropriou dessas comemorações transformando-as em sagradas. Assim, as festas do solstício de verão (em junho) foram transformadas em celebrações para o nascimento de São João e as do solstício de inverno (em dezembro) comemorariam o nascimento de Jesus Cristo. É claro que, apesar das inúmeras formas de coibir os hábitos profanos e pagãos, eles continuaram existindo no interior das festas sagradas. Era a força da cultura popular que resistiu e se adaptou às regras impostas pela Igreja Católica. Um exemplo dessa força de resistência é a festa do Ano Novo, que se mantém nos calendários católicos, não apropriada pelas práticas religiosas, conservando seu caráter essencialmente profano.

Texto de Soleni Biscouto Fressato
Publicado em Informações Gerais | Marcado com , , , , , , , , , , , , , ,